Como as Bios Evoluíram: Formalidade e Informalidade

Evolução das bios
Publicado em: 23 Jul, 2023

Bios: Como o Autor Descreve sua biografia? Uma reflexão ….

Recentemente, deparei-me com um fascinante artigo que abordava o custo de construir e publicar um website. Como freelancer, essa é minha principal área de atuação, e estou sempre em busca de atualizações nesse segmento. O artigo original, que serviu como ponto de partida para minha reflexão, pode ser encontrado aqui.

Ao lê-lo, algo me chamou particularmente a atenção e suscitou reflexões sobre a forma como os autores, blogueiros e palestrantes têm se apresentado ao público nos tempos atuais. De um lado, notei a abordagem detalhada e minuciosa com que a autora havia preparado o conteúdo do artigo, o que demonstrava seu cuidado em fornecer informações precisas e valiosas.

Por outro lado, ao verificar a descrição (bio) da autora, percebi uma mudança significativa na tendência atual. Sua apresentação era amigável e concisa, transmitindo uma sensação de proximidade e autenticidade. Esse contraste me levou a refletir sobre como as descrições têm evoluído ao longo do tempo, migrando de uma abordagem estritamente acadêmica para uma mais informal e pessoal.

Na cultura em que cresci, é comum que os autores enfatizem seus históricos acadêmicos em suas bios, que muitas vezes se assemelham a verdadeiros currículos. No entanto, o cenário contemporâneo parece estar se afastando dessa tradição e buscando conexões mais humanas com o público.

A Evolução da Descrição de Autores, Blogueiros e Palestrantes: a Mudança entre a Formalidade Acadêmica e a Abordagem Informal

Neste artigo, buscarei explorar essa transformação na descrição de autores, blogueiros e palestrantes, apresentando exemplos inspiradores de como a formalidade acadêmica e a abordagem informal se entrelaçam na construção de uma presença digital autêntica e impactante. Vamos mergulhar nessa jornada de mudanças e entender como as descrições têm se adaptado para melhor se conectarem com o público-alvo. Afinal, uma descrição bem elaborada é uma porta de entrada para um mundo de ideias e perspectivas compartilhadas.

  1. Enfatizando Descrições Acadêmicas:

Em alguns contextos, é essencial destacar as credenciais acadêmicas e a experiência profissional dos autores, blogueiros ou palestrantes. Isso é especialmente relevante em áreas onde a expertise técnica e teórica são altamente valorizadas. Por exemplo:

Exemplo 1:

“Dr. Ana Santos é Ph.D. em Psicologia e Pesquisadora Associada na Universidade de Stanford. Seus estudos pioneiros sobre a mente humana ganharam reconhecimento internacional, e ela já palestrou em diversas conferências acadêmicas ao redor do mundo.”

Exemplo 2:

“John Martins é um especialista em Marketing Digital com 15 anos de experiência na indústria. Possui um MBA em Gestão de Negócios pela Harvard Business School e atualmente lidera estratégias de marketing inovadoras em uma das principais agências de publicidade do país.”

  1. A Abordagem Mais Informal:

A mudança na forma como as pessoas consomem informações e interagem com criadores de conteúdo levou a uma tendência crescente de descrições mais informais e autênticas. Esse estilo é especialmente eficaz em blogs pessoais, redes sociais e palestras motivacionais, onde a conexão emocional é fundamental.

Exemplo 1:

“Olá! Eu sou a Amanda, uma apaixonada por viagens, fotografia e cultura. Compartilho minhas aventuras pelo mundo e espero inspirar você a explorar cada canto desse planeta incrível.”

Exemplo 2:

“Ricardo Mendes, o ‘Nômade Geek,’ é um entusiasta da tecnologia, viciado em videogames e apaixonado por narrativas de ficção científica. Junte-se a mim para explorarmos juntos os universos fantásticos da cultura pop!”

  1. A Mistura de Formalidade e Informalidade:

Em muitos casos, a abordagem mais eficaz é uma mistura cuidadosamente equilibrada de descrição acadêmica e informalidade. Isso é particularmente útil em blogs e perfis profissionais, onde a credibilidade é importante, mas também se busca conectar com um público amplo.

Exemplo 1:

“Maria Silva, Engenheira Civil e Criadora de Conteúdo. Adoro mergulhar no mundo das estruturas e design arquitetônico, mas também sou uma entusiasta do mundo da moda e compartilho minhas paixões aqui com você!”

Exemplo 2:

“João Ferreira, Psicólogo Clínico e Escritor. Acredito no poder da mente e do autoconhecimento para transformar vidas. Aqui, vamos explorar juntos os caminhos da mente humana e também trocar experiências sobre livros e filmes inspiradores!”

Como podemos observar, tais descrições mudaram consideravelmente nos últimos tempos, refletindo a evolução das preferências e expectativas do público. Em muitos casos, a abordagem informal e pessoal cria uma conexão mais significativa com os leitores e espectadores. No entanto, em contextos acadêmicos ou profissionais, ainda é relevante enfatizar as credenciais e experiências acadêmicas. A chave está em adaptar a descrição ao público-alvo e aos objetivos do autor, blogueiro ou palestrante, para construir uma presença digital autêntica e envolvente.

Artigo relacionado: Regras de etiqueta para Videoconferências